Chineses usam mulheres nuas para promover carros sem graça!

 Não é de hoje que os fabricantes do mundo todo usam o sex appeal para vender carros, mas os chineses levaram a coisa a níveis estratosféricos com seus salões repletos de mulheres de topless e, às vezes, totalmente nuas. Como é?

No ano passado, os salões do automóvel na China foram dominados por mulheres com os seios à mostra, apresentado os carros novos como qualquer garota de

estande faria. O governo chinês não está muito satisfeito, mas as punições não foram exatamente pesadas para os fabricantes cobrirem as garotas. Sexo vende, e é difícil argumentar contra isso.

Em agosto de 2011 imaginávamos que os fabricantes e concessionárias chineses já teriam deixado de promover seus carros com modelos seminuas em agosto de 2011. Foi então que uma revenda Volkswagen fez suas modelos de biquini tirarem tudo e posarem totalmente nuas ao lado dos novos sedãs.

No Salão de Pequim em 2012, o governo chinês se incomodou de novo, segundo o Car News China. O provavel motivo seria que as garotas de topless estavam chamando mais atenção da mídia internacional do que os proprios carros. Uma famosa da TV chinesa andou pelo Salão em um vestido minúsculo para promover um site e o governo divulgou uma “séria reprimenta” contra a “publicidade vulgar” no Salão, que foi denunciada como “uma exibição de seios em meio a muitos carros famosos”.

O mais engraçado é que nenhum dos carros que estavam sendo exibidos era famoso de verdade. São os mesmos carros baratos que sempre vimos na China, e a única coisa a que todo mundo estava prestando atenção eram os seios nus pressionados contra o metal dos carros.

Enquanto isso, os veículos de imprensa do governo não mostraram nenhuma pele nua – só o mesmo tipo de garotas de estande que costumamos ver por aqui: vestidas e fotografadas de longe.

Não é que eventos como o SEMA não usem mulheres para divulgar os carros, mas nada é tão explícito quanto o que vimos na China.

O último Salão de Pequim fo manso comparado ao Salão de Haikou em setembro, onde as modelos apareceram usando sarongues e mais nada além de pintura corporal. Os organizadores do evento chamaram de “arte”, mas o governo chinês não se convenceu e novamente soltou uma advertência – sem efeito algum.

Desde o Salão de Haikou, já vimos mulheres seminuas vendendo Citroën, crianças de biquíni e pole dancers chamando a atenção para o Dongfeng Fengshen A60. Você talvez nunca soubesse da existência deste clone sem vergonha de um Nissan se não fosse pelo show para maiores no mesmo palco.

Também não podemos nos esquecer da mulher de topless saltando por aí com uma cobra e um crocodilo para anunciar as novidades da Changan e da Brilliance no Salão de Guiyang.

É claro que usar mulheres seminuas para vender produtos comuns é algo corriqueiro na China, onde seios aparecem em shopping centers, eventos de videogame, anúncios de remédios para emagrecer e até um evento de lançamento de uma marca de leite.

 Com o sucesso das mulheres peladas em chamar a atenção para carros completamente sem graça, e as reprimendas do governo sem impacto nenhum, esperamos ver mais nudez nos salões chineses, com apresentações cada vez menos noção e mais espectadores. Se você quer vender um carro na China, é bom deixar o moralismo de lado.






Clique aqui se quiser ver as versões sem censura destas (e outras) imagens

Postagens mais visitadas