domingo, 8 de setembro de 2013

Hellowork recebe 6.6 mil reclamações

Um levantamento feito pela emissora NHK mostrou que as Hellowork (agências públicas de emprego) de todo o Japão receberam mais de 6,6 mil reclamações no ano fiscal de 2012, que terminou em março. Muitas das ofertas de trabalho disponíveis continham informações que não condiziam com a realidade. Segundo a Hellowork, essas informações são passadas pelas empresas contratantes e inseridas nos computadores que ficam a disposição das pessoas que buscam emprego. A grande maioria das reclamações diz respeito ao salário, cujo valor realmente pago é inferior ao que constava na ficha de consulta. Outro tipo de reclamação frequente, segundo a NHK, é em relação ao shakai hoken (seguro social). Muitos empregadores não inscrevem os funcionários nesse benefício, diferente do que constava na ficha. Também há casos de empresas que anunciavam contrato de trabalho efetivo, mas, na verdade, era temporário. O Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar Social alegou que muitas empresas podem estar agindo de má-fé. A Associação de Advogados Trabalhistas do Japão considera que o governo tem responsabilidade de fiscalizar as informações fornecidas pelas empresas contratantes pelo fato da Hellowork ser um órgão público.

Takaya16