sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Japão: mais um homem morre baleado

A polícia de Kitakyushu suspeita do envolvimento de integrantes do crime organizado, ou máfia, no caso
Kitakyushu - Um homem morreu baleado na manhã desta sexta-feira em Kitakyushu (Fukuoka), em mais um caso policial envolvendo arma de fogo, o que é considerado raro no Japão. A vítima foi levada ao hospital com parada cardiorrespiratória e faleceu em seguida, informou o jornal Yomiuri.

Um morador das proximidades disse que ouviu barulho parecido com tiros por volta das 7h50. Quando ele saiu de casa para verificar o que estava acontecendo, deparou com o homem caído na rua e viu um carro fugindo. Ele sangrava bastante a aparentava ter ferimentos no peito e no braço.

O homem baleado tinha aproximadamente 70 anos. Ele ainda não foi identificado, mas, segundo a polícia, aparenta ser o presidente de um sindicato de pescadores de Kitakyushu. O local da ocorrência é uma pacata área residencial.

A polícia suspeita do envolvimento de integrantes do crime organizado, ou máfia, neste caso de homicídio.

No manhã de quinta-feira, o empresário Takayuki Ohigashi, 72, dono da rede de restaurantes Gyoza no Ohsho, foi encontrado baleado e morto no estacionamento da matriz, em Quioto (capital da província de mesmo nome).

Segundo a Ohsho Food Service, que administra a rede de restaurantes, Ohigashi costumava sair de casa por volta das 7h para ir à empresa dirigindo seu próprio carro. Segundo a polícia, ele teria sido atacado por alguém logo após descer do carro.

A rede de restaurantes Gyoza no Ohsho, que tem 680 unidades em todo o Japão, é conhecida por servir comida barata.

Takaya16